Viagens

Miami: o que fazer e onde comer na cidade litorânea mais famosa da Flórida

| 16 de setembro de 2019

Miami costuma estar no topo da lista de destinos de quem vai fazer a primeira viagem internacional, isso porque a cidade fica próxima a Orlando – logo, da Disney, destino super comum. É uma cidade que transita entre ser cosmopolita e relax à beira do mar, o que permite uma variedade bem legal de atividades e passeios.

Por ser bem completa, é possível passar uma semana em Miami e sempre ter coisas novas para fazer! No entanto, reúno aqui o que tem de mais indispensável na cidade litorânea mais famosa da Flórida. Anote as dicas:

Parte da fama recente de Miami veio a partir do boom da arte de rua. O maior exemplo disso são as Wynwood Walls, murais de arte ao ar livre famoso pelas fotos instagramáveis e pela pegada streetstyle underground. O bairro é todo descolado, contando com armazéns repaginados, galerias de arte, bares noturnos e lojas de roupas que atraem o público jovem para uma região não tão nobre de Miami. A dica é se perder entre as ruas e se deixar levar pelos murais! 

Clique aqui e leia o post completo sobre Wynwood Walls

Caminhar pela orla de Miami fica fácil quando é pela Ocean Drive. A avenida é uma das mais famosas da cidade e permeia o bairro de South Beach, conhecido por sua arquitetura art déco. Também há diversos restaurantes, cafés, bares e baladas que transformam a vida noturna da região. Aos amantes da moda, a casa em que Gianni Versace foi assassinado fica na Ocean Drive – e ela representa muito bem a high society que frequenta o local esbanjando carros e roupas de luxo.

Se a ideia é encurtar o passeio pela Ocean Drive, mas conhecê-la de ‘cabo a rabo’, por que não apostar em um tour de bike? Alugar bicicletas (ou patinetes rs) virou um fenômeno mundial e o custo-benefício é ótimo se você não quer deixar de conhecer a região.

Outra avenida que também virou ponto turístico é a Lincoln Road, também em South Beach. Fomos em um domingo e estava super movimentada – não com carros, mas com comércio! Ela funciona como um shopping a céu aberto, com feirinhas de rua por todo lado. 

Se você curte NBA, não pode deixar de assistir a um jogo do Miami Heat quando estiver na cidade! A animação da torcida é incrível e mesmo que você não seja um super fã do esporte, garanto que vai se divertir ao ver de perto os maiores astros do basquete. 

Minha passagem por Miami não contou com nenhum restaurante mirabolante ou inusitado – muito pelo contrário, fui apenas em lugares que têm unidades espalhadas pelo país. No entanto, isso não significa que comi mal. Aqui, separei duas indicações que já ganharam posts únicos no blog e que valem o reforço.

Se existe um restaurante nos Estados Unidos que faz sobremesas incríveis, esse lugar é o The Cheesecake Factory! Apesar dos destaques serem os doces, os pratos principais do restaurante também são deliciosos. O preço é ótimo, levando em conta a qualidade das refeições oferecidas. Saiba mais sobre o The Cheesecake Factory clicando aqui.

As clássicas batatinhas em zig zag fazem a fama do Shake Shack. A rede de lanchonetes foi criada em 2004 como um carrinho de hot dog na agitada Manhattan. Hoje, está espalhada pelo país inteiro e faz o maior sucesso. Saiba mais sobre o Shake Shack clicando aqui.

Clique aqui e confira mais posts sobre a Flórida!

Ir para Post

Viagens

Wynwood Walls: um passeio pelos murais de arte de Miami

| 24 de agosto de 2019

Conhecer os murais de arte mais famosos de Miami era parada obrigatória quando estive por lá. Já conhecia pelas fotos instagramáveis e sabia que a pegada streetstyle underground ia render ótimos cliques. Dito e feito! As chamadas Wynwood Walls (paredes de Wynwood, se traduzirmos para o português), ficam em um dos bairros mais badalados da cidade, mas que existe há pouco mais de uma década. Funcionam como um museu a céu aberto, com centenas de painéis de arte expostos pelas paredes de construções de Wynwood.

O bairro é todo descolado, contando com armazéns repaginados, galerias de arte, bares noturnos e lojas de roupas que atraem o público jovem para uma região não tão nobre de Miami. A dica é se perder entre as ruas e se deixar levar pelos murais! Aqui, deixo algumas fotos que fiz por lá. Bom passeio!

Clique aqui e leia mais sobre MIAMI!

Ir para Post

Viagens

24h em Key West: o que fazer?

| 4 de outubro de 2018

Key West é a cidade mais ao sul dos Estados Unidos e faz parte das Florida Keys, um conjunto com mais de 800 ilhas na região da Flórida. Apelidado de caribe americano, fica mais próximo de Cuba do que de Miami, por isso tem forte influência da cultura caribenha. Grande parte das pessoas falam espanhol, os restaurantes fazem comidas típicas e há várias lojas com charutos cubanos à venda.

Nesse post, mostro os principais destaques da cidade e o que fazer se tiver apenas um dia por lá, assim como nós 🙂

A rua mais famosa de Key West é a Duval Street. Ela tem aproximadamente 2 quilômetros de extensão, o que pode ser facilmente feito a pé. Aproveite para conhecer as lojinhas e restaurantes que tem por lá. No meio do caminho, pare em alguma cafeteria ou doceria para provar a tradicional Key Lime Pie. A clássica tortinha de limão é a sobremesa mais famosa da cidade e é deliciosa! Provamos em lugares diferentes e não decepcionou. Ela ficou tão popular que o sabor já foi incorporado em cookies, torradas, balas e até chá!

O sistema de hospedagem conhecido por bed and breakfast é super comum em Key West. Os casarões antigos da cidade se transformaram em hotéis, que proporcionam uma experiência mais cultural e inserida no cotidiano. Os turistas ficam hospedados nos quartos da casa e têm direito ao café da manhã. Esse tipo de hospedagem funciona super bem para quem viaja sozinho, pois a maioria dos casarões são bem localizados (próximos da Duval Street). No entanto, vale reforçar que não há estacionamento, então atente-se à quantidade de bagagem que leva e se está de carro. 

O pier da Praça Mallory é o melhor lugar para ver o pôr-do-sol de Key West, um dos mais famoso do mundo! Todos os dias, centenas de pessoas se reúnem no local e fotografam o sol se pondo no mar. É simplesmente lindo!

Sloppy Joe’s é um dos bares mais conhecidos de Key West. Sua fama se deve ao fato de ter sido muito frequentado pelo escritor Ernest Hemingway na década de 1930. Hoje em dia, está localizado na Duval Street, mas a locação original fica na Greene Street, a poucos metros da atual, e agora tem o nome de Captain Tony’s Saloon.

Para comer, pedimos um prato super típico da região: fish and chips, que significa peixe com fritas em português. Também pedimos a versão com camarão e cada prato custou aproximadamente 16 dólares.

Se você é fã de Hemingway, a casa dele em Key West virou um dos maiores pontos turísticos da cidade. O espaço abriga os móveis em estilo colonial da época em que o escritor morava ali com a segunda esposa. Quando ele morreu, os novos proprietários decidiram preservar o imóvel e transformá-lo em um museu. A entrada custa 14 dólares e você encontra mais informações no site do The Ernest Hemingway Home & Museum.

Clique aqui e leia mais sobre a Flórida

Ir para Post

Gastronomia

Onde comer bem nos Estados Unidos

| 22 de julho de 2018

Sua viagem aos Estados Unidos não precisa ter uma alimentação feita 100% em lanchonetes. É fato que os hambúrgueres ou as comidas prontas são muito populares por lá, mas existem várias opções deliciosas e saudáveis que agradam o paladar brasileiro. Se você procura restaurantes além do fast food americano, separei algumas opções que possuem uma boa variedade de cardápios e preços ótimos. Enjoy!

Red Lobster é super conhecido por servir frutos do mar a um preço justo. Apesar de ser especializado nesse tipo de culinária, – o próprio nome já entrega, até porque “lobster” significa lagosta – o restaurante tem diversas opções de pratos deliciosos, como carnes e massas. São mais de 700 unidades espalhadas tanto pelos Estados Unidos, como por outros dez países – inclusive Brasil! 

www.redlobster.com

A especialidade do Olive Garden são os pratos italianos, mas saiba que todas as comidas que provamos lá estavam ótimas. O restaurante costuma oferecer algumas versões de combinados, que podem incluir saladas e sopas a preços bem bacanas quando combinados com o prato principal. No geral, acredito que essa seja a melhor opção da lista: valor um pouco abaixo que os outros, comidas de excelente qualidade, tempo de espera inferior e ótimo serviço! 

www.olivegarden.com

Passar no The Cheesecake Factory é praticamente parada obrigatória! Sou fã do restaurante porque, além de ter pratos deliciosos, o preço é justo! Como o destaque do local são os clássicos cheesecakes, sugiro que compartilhem o prato principal (porque são bem servidos) e guardem um espacinho para essa sobremesa deliciosa! Tem um post completinho aqui no blog com mais informações, valores e fotos, para acessar é só clicar aqui

www.thecheesecakefactory.com

Apesar do nome, não se engane: o California Pizza Kitchen não fica apenas no golden state. Com estabelecimentos espalhados por todo os Estados Unidos, a rede ainda é pouco conhecida entre os brasileiros que vão viajar para lá. O que achei mais legal do restaurante são as opções combinadas. Pedi uma pizza individual de cogumelos que acompanhava uma saladinha deliciosa. Deu pra matar a vontade de comer pizza, mas balanceando com algo mais saudável.

www.cpk.com

Ir para Post

Viagens

Um passeio pelo Everglades na Flórida

| 3 de junho de 2018

Passear pelo Everglades é praticamente sinônimo de passeio pelo habitat natural de jacarés. No vlog que gravei pro canal (clique aqui pra assistir) mostrei como são feitos esses passeios e agora, no blog, conto tudo com mais detalhes.

O Parque Nacional de Everglades fica bem ao sul da Flórida. Ocupando uma área de mais de 6 mil km², a região pantanosa abriga milhares de espécies de animais que foram muito prejudicados por causa da exploração de água no local. Hoje em dia, o governo trabalha para reverter esse quadro e valoriza a preservação do meio ambiente e de animais que estão ali.

Escolhemos o passeio do Everglades Safari Park. Ele custou 28 dólares por pessoa, mas conseguimos desconto de $4 para cada ingresso, isso porque usamos os cupons do lobby do hotel. O barco tem capacidade para 20 pessoas, em média, mas o nosso tinha menos que isso.

O passeio começa logo pelo barco, conhecido como airboat, pois não possui motor e é movido pelo ar que passa pelas hélices. Saímos, então, navegando pelo rio. Em certo momento, o motorista do barco, que também é um guia, para em um local tranquilo e nos explica tudo sobre a vegetação, os animais que ali habitam e vários outros detalhes do local. O nosso guia, em específico, era divertido e interagia super com os turistas – inclusive comigo, que fui usada de cobaia para colocar a mão na água! Isso deixou o clima do barco super amigável, descontraído e divertido, sem contar que aprendemos muito sobre a região.

Depois dessas explicações, começamos a passar pelos locais onde tinham jacarés. O guia aproveitava para sempre trazer alguma curiosidade sobre os animais e explicar para nós, turistas, como é o habitat deles por ali.

E então, o que achei do passeio? 

Incrível! Me diverti com o guia, aprendi sobre o local e com certeza indico para todos que têm vontade de conhecer a região do Everglades.

Assista o vídeo onde mostro o passeio!

Clique aqui e veja mais posts sobre a Flórida

Ir para Post