Viagens

24h em Key West: o que fazer?

| 4 de outubro de 2018

Key West é a cidade mais ao sul dos Estados Unidos e faz parte das Florida Keys, um conjunto com mais de 800 ilhas na região da Flórida. Apelidado de caribe americano, fica mais próximo de Cuba do que de Miami, por isso tem forte influência da cultura caribenha. Grande parte das pessoas falam espanhol, os restaurantes fazem comidas típicas e há várias lojas com charutos cubanos à venda.

Nesse post, mostro os principais destaques da cidade e o que fazer se tiver apenas um dia por lá, assim como nós 🙂

A rua mais famosa de Key West é a Duval Street. Ela tem aproximadamente 2 quilômetros de extensão, o que pode ser facilmente feito a pé. Aproveite para conhecer as lojinhas e restaurantes que tem por lá. No meio do caminho, pare em alguma cafeteria ou doceria para provar a tradicional Key Lime Pie. A clássica tortinha de limão é a sobremesa mais famosa da cidade e é deliciosa! Provamos em lugares diferentes e não decepcionou. Ela ficou tão popular que o sabor já foi incorporado em cookies, torradas, balas e até chá!

O sistema de hospedagem conhecido por bed and breakfast é super comum em Key West. Os casarões antigos da cidade se transformaram em hotéis, que proporcionam uma experiência mais cultural e inserida no cotidiano. Os turistas ficam hospedados nos quartos da casa e têm direito ao café da manhã. Esse tipo de hospedagem funciona super bem para quem viaja sozinho, pois a maioria dos casarões são bem localizados (próximos da Duval Street). No entanto, vale reforçar que não há estacionamento, então atente-se à quantidade de bagagem que leva e se está de carro. 

O pier da Praça Mallory é o melhor lugar para ver o pôr-do-sol de Key West, um dos mais famoso do mundo! Todos os dias, centenas de pessoas se reúnem no local e fotografam o sol se pondo no mar. É simplesmente lindo!

Sloppy Joe’s é um dos bares mais conhecidos de Key West. Sua fama se deve ao fato de ter sido muito frequentado pelo escritor Ernest Hemingway na década de 1930. Hoje em dia, está localizado na Duval Street, mas a locação original fica na Greene Street, a poucos metros da atual, e agora tem o nome de Captain Tony’s Saloon.

Para comer, pedimos um prato super típico da região: fish and chips, que significa peixe com fritas em português. Também pedimos a versão com camarão e cada prato custou aproximadamente 16 dólares.

Se você é fã de Hemingway, a casa dele em Key West virou um dos maiores pontos turísticos da cidade. O espaço abriga os móveis em estilo colonial da época em que o escritor morava ali com a segunda esposa. Quando ele morreu, os novos proprietários decidiram preservar o imóvel e transformá-lo em um museu. A entrada custa 14 dólares e você encontra mais informações no site do The Ernest Hemingway Home & Museum.

Clique aqui e leia mais sobre a Flórida

Ir para Post

Viagens

Fim de semana em Campos do Jordão

| 26 de setembro de 2018

Comemoramos o aniversário do meu pai com um fim de semana repleto de comidinhas, natureza e família! Fomos passear por Campos do Jordão, cidade do interior do estado de São Paulo. No vlog, mostro como foram os dois dias que passamos por lá:

Clique aqui e leia mais sobre viagens

Ir para Post

Viagens

Um passeio pelo Everglades na Flórida

| 3 de junho de 2018

Passear pelo Everglades é praticamente sinônimo de passeio pelo habitat natural de jacarés. No vlog que gravei pro canal (clique aqui pra assistir) mostrei como são feitos esses passeios e agora, no blog, conto tudo com mais detalhes.

O Parque Nacional de Everglades fica bem ao sul da Flórida. Ocupando uma área de mais de 6 mil km², a região pantanosa abriga milhares de espécies de animais que foram muito prejudicados por causa da exploração de água no local. Hoje em dia, o governo trabalha para reverter esse quadro e valoriza a preservação do meio ambiente e de animais que estão ali.

Escolhemos o passeio do Everglades Safari Park. Ele custou 28 dólares por pessoa, mas conseguimos desconto de $4 para cada ingresso, isso porque usamos os cupons do lobby do hotel. O barco tem capacidade para 20 pessoas, em média, mas o nosso tinha menos que isso.

O passeio começa logo pelo barco, conhecido como airboat, pois não possui motor e é movido pelo ar que passa pelas hélices. Saímos, então, navegando pelo rio. Em certo momento, o motorista do barco, que também é um guia, para em um local tranquilo e nos explica tudo sobre a vegetação, os animais que ali habitam e vários outros detalhes do local. O nosso guia, em específico, era divertido e interagia super com os turistas – inclusive comigo, que fui usada de cobaia para colocar a mão na água! Isso deixou o clima do barco super amigável, descontraído e divertido, sem contar que aprendemos muito sobre a região.

Depois dessas explicações, começamos a passar pelos locais onde tinham jacarés. O guia aproveitava para sempre trazer alguma curiosidade sobre os animais e explicar para nós, turistas, como é o habitat deles por ali.

E então, o que achei do passeio? 

Incrível! Me diverti com o guia, aprendi sobre o local e com certeza indico para todos que têm vontade de conhecer a região do Everglades.

Assista o vídeo onde mostro o passeio!

Clique aqui e veja mais posts sobre a Flórida

Ir para Post

Viagens

Passeios em Orlando: quais parques vale a pena conhecer?

| 9 de maio de 2018

Vou arriscar e dizer que 50% das pessoas que estão fazendo sua primeira viagem internacional, escolhem Orlando como destino – a outra metade se divide entre NY e Bariloche kkkkkkk. A cidade se tornou um ponto turístico tão forte nos Estados Unidos que hoje parece ter mais pessoas falando em português do que inglês! Dá pra imaginar? Mas o fato é: Orlando é praticamente um paraíso da diversão!

Conheci a cidade pela primeira vez quando tinha 8 anos. Depois voltei com 11, e agora retornei aos 20. Muita coisa mudou, é claro, mas eu tive a sensação de estar conhecendo tudo pela primeira vez. Foi tão divertido quanto ir quando era criança!

Fiz esse post para ajudar quem está planejando uma viagem a Orlando. Vale a pena conhecer todos os parques da cidade? Quais são os mais famosos? Aqui, trago os seis parques de diversão mais visitados de Orlando e conto um pouco sobre eles, acrescentando minha opinião. Se tiver a oportunidade, visite todos! Senão, escolha seus favoritos nesta lista and have fun!

Magic Kingdom

O primeiro parque do complexo Disney foi o Magic Kingdom, inaugurado em 1971. Dentre todos, é o que tem atrações mais divertidas para as crianças, como o desfile de personagens conhecido como Parade. O principal destaque do Magic é o Castelo da Cinderela, que fica bem ao centro do parque. Todas as noites, o local serve como “palco” para o Happily Ever After, um show de luzes, projeções no castelo e muitos fogos de artifício. É super emocionante e eu amei, foi meu show favorito!

Se você visitar o Magic Kingdom, não deixe de ir nas seguintes atrações: Big Thunder Mountain Railroad, Buzz Lightyear’s Space Ranger Spin, Space Mountain, Splash Mountain.

Animal Kingdom

O Animal Kingdom é um parque gigantesco, repleto de animais e todo envolto por natureza. É um dos meus favoritos, principalmente pela quantidade de coisas interessantes que têm para fazer. Logo ao entrar no parque, os visitantes dão de cara com a Árvore da Vida, uma árvore fake imensa com vários animais esculpidos no tronco. Dentro dela, tem uma atração em 3D do filme Vida de Inseto. Recentemente, o parque ganhou uma nova área totalmente dedicada ao Avatar. A tecnologia usada no simulador, em específico, é a mais atual e incrível que já vi! Uma imersão no mundo virtual com uma sensação verdadeira de realidade. 

Não deixe de conhecer no Animal Kingdom: Avatar Flight of Passage, Dinosaur, Expedition Everest, It’s Tough to be a Bug!, Kilimanjaro Safaris. 

Epcot 

É fácil reconhecer o Epcot de longe, já que ele é super conhecido por ter a famosa bola na entrada. Sua sigla significa Experimental Prototype Community of Tomorrow, ou seja, Protótipo de Comunidade Experimental do Amanhã. O parque está dividido em duas partes. Future World segue uma linha de sociedade utópica, onde os avanços científicos influenciam positivamente a vida das pessoas. Dessa forma, as atrações são super tecnológicas. Já o World Showcase é o pedaço do parque que traz 11 nações do mundo, separadas ao redor de uma lagoa. Cada país possui atrações típicas e ajudam a ter uma simples amostra da cultura local. Todas as noites, ocorre um show de luzes e fogos na lagoa principal, o IllumiNations: Reflections of Earth. 

No Epcot, vale a pena conhecer: Frozen Ever After, Mission: SPACE, Soarin’ Around the World, Spaceship Earth, Test Track. 

Hollywood Studios 

A ideia do Hollywood Studios, inicialmente batizado de MGM Studios, é trazer a história cinematográfica dos estúdios Walt Disney para o parque de diversões. A arquitetura e tema do local é todo inspirado nos anos 1930 e 1940, os anos dourados de Hollywood. Além das atrações tradicionais, como simuladores e montanhas-russas, o parque ainda conta com bastidores de produções feitas pelo estúdio. Recentemente, a Disney comprou a Lucasfilm, produtora do Star Wars, então o parque deve receber uma área dedicada à saga. A noite, não deixe de assistir ao Fantasmic!, um show que acontece em um anfiteatro e tem como tema um sonho do Mickey Mouse. 

Quando for ao Hollywood Studios, visite as seguintes atrações: Rock’n’Roller Coaster Starring Aerosmith, Star Tours: The Adventures Continue, Toy Story Mania!, The Twilight Zone Tower of Terror.

Saindo um pouco do complexo Disney, temos a Universal, com dois parques super divertidos. O Universal Studios é baseado em filmes e séries de TV, enquanto o Islands of Adventure é mais focado em atrações de aventura.

Quem possui ingresso para os dois parques, pode pegar o Hogwarts Express, o trem de Harry Potter que conecta um parque ao outro. O passeio é super legal para quem é fã! A arquitetura da área dedicada ao Harry Potter também é incrível e super realista!

Quando conhecer os parques, não deixe de ir em:

Universal Studios: Harry Potter and the Escape from Gringotts, Hollywood Rip Ride Rockit, Men in Black Alien Attack, Revenge of the Mummy, Shrek 4D, Transformers: The Ride 3D.

Universal Adventure: Flight of the Hippogriff, Harry Potter and the Forbidden Journey, Jurassic Park River Adventure, Skull Island: Reign of Kong, The Amazing Adventures of Spider-Man, The Incredible Hulk Coaster.

 

Esses são os seis parques que eu considero indispensáveis para quem visita Orlando pela primeira vez! Aí, se sobrar mais dias livres na sua viagem, considere incluir outros parques de sua preferência, como o Busch Gardens, que fica em Tampa e tem atrações mais radicais, ou o Sea World, que possui uma extensa fauna marinha e atrações relacionadas a isso.

Ir para Post

Viagens

Diário de viagem: Verona

| 17 de abril de 2018

Provavelmente você já ouvir falar que Verona é a cidade dos casais apaixonados. Essa fama se deve à peça Romeu e Julieta, de William Shakespeare, que é ambientada nessa cidade histórica de mais de dois mil anos.

Quando fui? Dezembro de 2016.

Quanto tempo fiquei na cidade? Meio dia.

Como chegar? Fui de carro a partir de Milão, aproximadamente duas horas de viagem.

O QUE FAZER EM VERONA?

Chegando em Verona, nos deparamos com o primeiro ponto turístico: a Piazza Brà. Lá fica a Arena de Verona, um anfiteatro do século I d.C. no estilo Coliseu – mas menor, é claro. Ele foi muito usado como palco para lutas entre gladiadores, mas hoje recebe apresentações de dança, shows e outras atrações.

Para mais informações sobre a Arena de Verona, acesse https://www.arena.it/arena/en.

Impossível conhecer Verona e não passar pela Casa di Giulietta. Localizada entre a Piazza delle Erbe e a Piazza dei Signori, ali fica o local onde supostamente morava a personagem principal de Romeu e Julieta. Alguns pontos interessantes pra conferir por lá são:

1- Parede onde os casais escrevem nomes, corações, entre outras coisas.

2- Balcão da casa onde Julieta se lamentava para Romeu.

3- Estátua de Julieta: reza a lenda que, para ter sorte, o visitante deve tocar no seio direito da estátua.

Para mais informações sobre a Casa di Giulietta, acesse https://casadigiulietta.comune.verona.it/.

Aproveite o passeio pelas ruas de Verona para conhecer a Ponte Pietra. Ela foi inicialmente construída no século I, mas caiu diversas vezes e foi se adaptando aos estilos das épocas. A vista no local é incrível e vai render fotos lindas! 🙂

A rua mais movimentada da cidade é a Via Mazzini. É uma delícia passear pelas lojinhas e construções antigas! 

Tem mais tempo pela cidade? Então aproveite para curtir mais passeios por lá:

Castelvecchio: às margens do rio Ádige, foi construído em 1354 para defender a cidade e hoje funciona como museu.

Basílica de S. Anastasia: é a maior igreja da cidade e possui arquitetura gótica.

Piazza Erbe: inicialmente funcionava como um fórum romano; hoje, tem mercado na praça de segunda a sábado.

Piazza dei Signori: é cercada por palácios da prefeitura de Verona e possui uma estátua de Dante Alighieri bem ao centro da praça.

Clique aqui e leia mais posts sobre a Itália!

Ir para Post