Comportamento

Seu corpo não precisa ser perfeito – e esse termo nem deveria existir

| 1 de abril de 2019

Andei pensando sobre corpo. Como qualquer outra menina dos anos 90 (ou convenhamos, de qualquer outra época), eu cresci achando que o corpo perfeito era magro. Que bonito era sentar e a barriga não dobrar. Que doce só era permitido aos finais de semana. Refrigerante? Jamais, isso dá celulite! Já encarei dietas com vitamina de proteína, malhava todos os dias e cheguei a cortar da alimentação tudo que não era bem visto pelo suposto “ideal de corpo perfeito”. 

Mas as coisas mudam – ainda bem! A sociedade se transforma o tempo todo e, nessas de acompanhar as tendências, percebi que meu corpo não precisa ser perfeito. Na verdade, percebi que esse termo nem deveria existir. O que é perfeito, senão o padrão de beleza de décadas atrás? 

Quando sento, minha barriga pode dobrar – assim como pode ficar retinha. Posso comer doce todos os dias e optar por nunca me privar dos alimentos que gosto – assim como posso seguir uma alimentação super regrada e nunca comer besteiras. Posso tomar refrigerante sempre que der vontade – e daí se der celulite? 95% das mulheres têm e eu não sou diferente. 

Com isso em mente, separei textos incríveis que li na internet e abordam nossa relação com o próprio corpo. Você não precisa ser escrava de uma ideologia que prega a perfeição. Leia e faça bom uso!

Transformei meu corpo para caber em um vestido de noiva e não recomendo | Glamour Brasil

Ter um corpo perfeito não é tudo nessa vida | Superela

Quando entendi como amar meu corpo | Modices

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.