Gastronomia | Links

Links #7: receitas vegetarianas!

| 15 de novembro de 2017

Alimentação vegetariana não precisa ser sinônimo de uma alimentação baseada em massas, laticínios ou apenas legumes. Existem diversas maneiras de deixar as refeições sem carne ainda mais saborosas e repletas de nutrientes que nosso organismo precisa. Pensando nisso, trouxe sete receitas deliciosas para os vegetarianos, ou então para quem deseja reduzir o consumo de carne e variar nas opções – assim como eu! Se você experimentar alguma receita, não deixe de me contar o que achou aqui nos comentários! 

Lasanha vegetariana | Hambúrguer vegetariano | Creme de brócolis

Macarrão com abobrinha | Bolinho vegetariano | Salada proteica | Guacamole

Os posts com links são indicações de textos que li em outros sites. Veja mais aqui!

Ir para Post

Vídeos

VLOG: Glamour Beauty Festival

| 12 de novembro de 2017

No sábado, dia 11 de novembro, rolou o Glamour Beauty Festival, um evento de beleza organizado pela revista Glamour. Tinham vários stands de marcas legais, assim como palestras ao longo do dia com profissionais e influenciadores digitais. Eu fui com uma amiga e gravei vlog pra vocês!

Ir para Post

Gastronomia

Hamburgueria em SP: O Burguer

| 10 de novembro de 2017

Esses dias fui conhecer O Burguer, uma hamburgueria que fez um super sucesso no ano passado porque servia lanches imitando fondue – as batatas são enfiadas dentro do pão, junto com muito queijo cremoso. Apesar da minha curiosidade desde o começo, só conheci agora e hoje trago a minha opinião do lanche pra vocês, assim como a opinião dos meus amigos que foram comigo!

1. Gotham City“Achei o meu hambúrguer delicioso, não achei a carne seca, pelo contrário, estava no ponto que eu tinha pedido. A única observação que eu queria frisar era sobre o pão, achei um pouco maçudo, mas fora isso, uma delícia” – Hawinne

2. Eddie O’Hare: “Foi um dos melhores hambúrgueres que eu já comi, era bem recheado, com muito sabor e não era seco como normalmente é vendido em outras hamburguerias” – Pedro

3. Delta: “O lanche estava muito bom! Eu pedi sem o ovo. O chimichurri estava show e a cebola era agridoce, muito boa” – Bruna 

4. Chicago: “O hambúrguer era delicioso! O queijo brie dá um sabor diferente, fica muito bom. E o crocante também deu um toque especial” – Bárbara

5. The Loop: “Eu achei o conjunto em si gostoso, mas eu esperava mais do molho de queijos, e não achei o hambúrguer tão suculento, mas no geral o lanche estava bom. Não superou minhas expectativas, acho que é mais um lanche bonito do que gostoso” – Yasmin

6. Miles Davis: “Eu gosto muito do agridoce, do abacaxi e da farofa de castanha do pará. Casou muito com o sabor do hambúrguer. Pedi só pra trocarem o hambúrguer porque gosto muito da carne suína” – Iury

No geral, dá pra perceber que gostamos muito dos lanches, né? Eles eram grandes e custavam entre 30 e 40 reais.

Endereço: Av. Moaci, 806 – Moema, São Paulo

Ir para Post

Beleza

Vem aí: #TesteDoBatom

| 4 de novembro de 2017

Mais um post que eu vou ser redundante e falar que amo batom… Mas dessa vez vai ser um pouquinho diferente.

Eu andei pensando nos stories que tenho gravado há alguns meses. Tudo começou quando eu comprei um batom, testei e contei o que tinha achado lá no Instagram. Eu estava super viciada em batons líquidos matte (e sigo viciada até agora), então eu comprei vários para testar. Alguns me surpreenderam, outros decepcionaram, e eu sempre me preocupava em passar minha opinião sincera nos poucos segundos de vídeo.

Recebi vários feedbacks de pessoas falando que seguiram minhas dicas, pedindo sugestões ou até mesmo me recomendando batons e marcas novas pra testar. Eu comecei a curtir essa interação, porque percebi que estava falando sobre um assunto que sou completamente apaixonada.

Só que nesses últimos dias, eu parei pra pensar: e se eu levar essa proposta pro Youtube?

E foi aí que nasceu o #TesteDoBatom.

O #TesteDoBatom é um série nova que acabo de criar para o canal. Meu principal objetivo é fazer o mesmo que já acontecia nos stories – reviews sinceros de batons – mas de uma forma mais completa, com detalhes e disponível o tempo todo pra vocês – diferente dos stories que somem após 24h.

Já existem diversas propostas semelhantes pelo Youtube, mas eu queria poder contribuir com as minhas considerações de batons também. No Instagram, continuarei postando os batons novos e fazendo breves comentários, mas deixo o conteúdo completo para os vídeos no canal, ok? 

Espero que vocês gostem e continuem acompanhando!

Ir para Post

Viagens

5 passeios imperdíveis de Roma

| 2 de novembro de 2017

Roma é a capital da Itália e a maior cidade do país. Além disso, é a única cidade no mundo a ter um país inteiro em seu interior – o Vaticano. Sua história começa há mais de 2.500 anos, quando era conhecida como “A Cidade Eterna” pelos poetas da Roma Antiga. Ao lado de Florença, Roma foi também um dos principais centros do Renascimento italiano, concentrando nomes como Michelangelo, Bramante e Rafael Sanzio. 

Quando fui? Janeiro de 2017 (inverno, 0 grau)

Quanto tempo fiquei na cidade? 3 dias

Onde fiquei hospedada? NH Collection Roma Vittorio Veneto (4 estrelas): ficamos novamente em um hotel da linha NH e mais uma vez estava tudo ótimo! Bem localizado (próximo ao parque Villa Borghese), quartos confortáveis e café da manhã excelente. 

Confira agora as minhas cinco atrações favoritas de Roma – e completamente imperdíveis!

O Pantheon é um edifício circular construído durante o século I. Sua fachada tem grandes colunas de granito, enquanto seu interior tem a maior cúpula de concreto não reforçado do mundo – e detalhe, está lá há mais de dois mil anos! O local é utilizado para realizar celebrações religiosas e abriga os túmulos de dois reis da Itália, Vitor Emanuel II e Humberto I, assim como os restos mortais do artista Rafael Sanzio. 

Onde: Piazza della Rotonda

Quanto: entrada gratuita

Para mais informações, acesse www.rome.info/pantheon

O Coliseu, construído por volta de 80 d.C., era utilizado para espetáculos, combates e execuções. As atrações que ocorriam dentro do anfiteatro concentravam mais de 70 mil pessoas! Porém, o Coliseu perdeu sua função de entretenimento durante a era medieval, quando assumiu um caráter cultural e religioso. O monumento tornou-se símbolo da Roma Antiga e hoje é considerado uma das sete maravilhas do mundo moderno.

A visita por dentro do Coliseu é parada obrigatória em Roma. A sensação de estar em um lugar tão antigo é algo indescritível, sem contar na imensidão do anfiteatro! O passeio pelo interior dá acesso a alguns locais permitidos para visitação comum, mas caso você queira ir além, há tickets que possibilitam a entrada em locais exclusivos do Coliseu.

Onde: Piazza del Colosseo, 1

Quanto: 12 euros – bilhete comum 

Para mais informações, acesse www.il-colosseo.it

Os monumentos históricos são os mais visitados de Roma. O Fórum Romano, por exemplo, abriga ruínas de várias construções do Império Romano. Ele está localizado no vale entre o Monte Palatino e o Monte Capitolino, bem pertinho do Coliseu. Ali funcionava o centro da vida pública, onde realizavam cerimônias, eleições, discursos e até mesmo confrontos. 

Onde: Via della Salara Vecchia, 5/6

Quanto: 12 euros – bilhete comum

Para mais informações, acesse www.il-colosseo.it

A Fontana di Trevi é uma fonte gigantesca construída há mais de três séculos. É um dos maiores símbolos da Itália, então atrai milhões de turistas anualmente para jogar moedas na fonte e fazer um pedido – tradição clássica do local. O mais legal é que essas moedas são constantemente recuperadas e doadas para instituições de caridade. Em 2016, por exemplo, os turistas jogaram mais de 1,4 milhão de euros na fonte! A Fontana também apareceu diversas vezes em filmes, como no clássico La Dolce Vita.

Onde: Piazza di Trevi

Nem sei como descrever o que é conhecer o Vaticano. Ele é o menor país do mundo e funciona como a sede da Igreja Católica. Tem dois lugares bem interessantes pra conhecer por lá: os Museus do Vaticano e a Basílica de São Pedro. Ambos são disputadíssimos e estão sempre lotados, então a dica é simples: chegue cedo! Visite a Basílica antes dos Museus, porque a fila dela costuma aumentar bem mais rápido! Aí depois você acessa os Museus (e compre o ticket antes pela internet). 

Os Museus do Vaticano abrigam várias obras famosas, mas uma em especial chama a atenção e é a principal delas: o teto da Capela Sistina. Ela foi pintada pelos maiores artistas do Renascimento, como Michelangelo, Rafael Sanzio, Bernini e Botticelli. Não é permitido fotografar no local, então o que a gente mais vê são os turistas olhando para o teto vislumbrados. É lindo demais!

A Basílica de São Pedro é apenas a maior Igreja do mundo! Foi construída entre os séculos XVI e XVII sob os comandos do arquiteto Donato Bramante. Seu nome foi dado em homenagem a São Pedro, o primeiro papa da história, cujos restos mortais estão enterrados na própria basílica. Ela é absurdamente grande e pode ocupar mais de 60 mil pessoas, principalmente nos dias que o Papa celebra liturgias importantes. 

Onde: Piazza San Pietro

Quanto: A entrada na basílica é gratuita. O ticket para acessar os museus custa 16 euros (bilhete comum).

Para mais informações, acesse www.museivaticani.va

Leia mais posts sobre a Itália clicando aqui!

Ir para Post